Câmara municipal de Santana do Matos devolve mais de 200 mil reais ao executivo.

Câmara municipal de Santana do Matos devolve mais de 200 mil reais ao executivo.

Nesta quarta-feira, 11/01/2018, a Câmara Municipal de Santana do Matos realizou a devolução do expressivo valor de R$230.102,34 aos cofres públicos municipais. O Presidente da Câmara, Paulo Bezerra, destacou o importante esforço Mais »

Motociclista trafega na contramão e ‘voa’ ao bater de frente com carro

Motociclista trafega na contramão e ‘voa’ ao bater de frente com carro

Um motociclista morreu ao bater de frente com um veículo na BR-020, próximo à entrada de Formosa, em Goiás. Um vídeo, gravado por um motorista de outro veículo, que transitava na via Mais »

Desaparecido há três dias, mototaxista de Angicos foi encontrado morto.

Desaparecido há três dias, mototaxista de Angicos foi encontrado morto.

O corpo de um mototaxista de 74 anos foi encontrado no início da tarde desta terça-feira (02/01), num matagal próximo a uma estrada carroçável a poucos quilômetros do novo abatedouro público de Mais »

Santana do Matos é destaque no Jornal Nacional por causa da seca que assola o município.

Santana do Matos é destaque no Jornal Nacional por causa da seca que assola o município.

O ano vai chegando ao fim, mas milhões de brasileiros do Nordeste não conseguem se livrar de um pesadelo. Em quase metade dos municípios da região a situação é de emergência por Mais »

A estação verão começa hoje à tarde e será marcada pelo fenômeno La Niña

A estação verão começa hoje à tarde e será marcada pelo fenômeno La Niña

O verão começa oficialmente nesta quinta-feira (21), às 14h28, horário de Brasília. É neste horário em que ocorre a menor sombra do ano no Hemisfério Sul. É, também, o dia mais longo Mais »

 

FEMURN convida prefeitos para participar de mobilização em Brasília em prol dos municípios

A Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte – FEMURN – está convidando os gestores municipais do RN a participarem da Mobilização Nacional em Brasília em prol dos municípios, no próximo dia 22 de novembro. O evento é organizado pelo movimento municipalista brasileiro, através da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) e conta com o apoio das federações de municípios de todos os estados do país.

Com o tema “Não deixe os municípios afundarem”, o movimento pede que os prefeitos entrem em contato com seus parlamentares, os convidando para a mobilização, e possam pressionar para que os presidentes da República, da Câmara e do Senado atendam as reivindicações do movimento e recebam os prefeitos no dia do ato.

As demandas prioritárias a serem trabalhadas junto à Presidência da República são o auxílio financeiro emergencial aos municípios e a atualização dos programas federais. Já na Câmara dos Deputados, o movimento se deterá em questões como precatórios (PEC 212/2016), piso do magistério (PL 3776/2008) e resíduos sólidos (PL 2289/2015). No Senado, os prefeitos e prefeitas que participarem da mobilização estarão lutando em favor das emendas do Fundo de Participação dos Municípios (PEC 61/2015) e do 1% do FPM (PEC 29/2017). A derrubada do veto ao encontro de contas (Veto 30/2017) é pauta comum a ser trabalhada com deputados federais e senadores.

Para o Presidente da FEMURN, Benes Leocádio, a participação dos gestores no movimento é importante, e vai contribuir com o fortalecimento da luta municipalista: “Convidamos a todos os prefeitos e prefeitas que se façam presentes em Brasília, e mobilizem seus parlamentares. Isso é uma luta dos municípios, que busca dar força às cidades, que passam por uma imensa crise financeira. Precisamos sair deste momento de falência das contas públicas, e só conseguiremos isso com união e fortalecimento do municipalismo”, afirmou Benes.

A proposta da Mobilização foi apresentada na última quinta-feira, 26, em reunião realizada na CNM, em Brasília, que contou com a presença de presidentes de entidades municipalistas estaduais e prefeitos municipais. O movimento também abordará o subfinanciamento dos programas federais, a necessidade do novo pacto federativo, obras municipais paralisadas, falta de investimento das prefeituras e queda de repasses federais.

A CNM disponibilizou em seu website o histórico da crise dos municípios, vídeos institucionais abordando a nova campanha, além de materiais e conteúdos da mobilização. A inscrição para participação da mobilização nacional também deve ser feita através da página da CNM na internet.

Inscrição e conteúdos: www.cnm.org.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *